skip to Main Content
Modelobandeirav

Conheça as regras em vigência na ‘Bandeira Vermelha’

Embora Bento Gonçalves tenha sido classificada na bandeira vermelha do Distanciamento Controlado, o comércio varejista não essencial poderá manter seu funcionamento, informou o governador Eduardo Leite, na segunda-feira. Esses estabelecimentos ficarão autorizados, desde terça-feira, a operar através de drive thru e do sistema pegue e leve. Veja detalhes:

COMÉRCIO

Na bandeira vermelha, o comércio de rua e em centros comerciais ou shoppings é suspenso, e os estabelecimentos devem ficar fechados. As lojas podem trabalhar com as portas fechadas, no sistema pague e leve ou drive thru. Somente poderão operar estabelecimentos que comercializem itens essenciais, como medicamentos, produtos de higiene pessoal, alimentação e transporte. Mesmo assim, farmácias e supermercados terão que utilizar 50% de seus colaboradores.  Comércio atacadista de itens não essenciais deixa de atender na modalidade presencial. O teto de operação é reduzido a 25% dos trabalhadores, com atendimento exclusivo via tele-entrega, pegue e leve ou drive-thru.

Acesse o documento do Governo do Estado neste link.

SERVIÇOS

– Serviços de higiene pessoal (cabeleireiro e barbeiro) podem abrir na bandeira vermelha, utilizando 25% de seus profissionais e respeitando 4 metros de distância para cada cliente.

– Serviços de imobiliárias/consultora/administrativo passam a atender somente via teleatendimento, com no máximo 25% dos trabalhadores presentes no estabelecimento.

-Serviço de advocacia permanece com atendimento presencial restrito, com no máximo 50% dos trabalhadores.

– Serviços de lavanderia/reparo/manutenção de essenciais permanecem abertos aos clientes, mas com teto de operação reduzido a 25% dos trabalhadores.

Acesse o documento do Governo do Estado neste link.

As empresas do Comércio e Serviços (não essenciais) só poderão abrir a partir da próxima segunda-feira, 20, caso a região volte à bandeira laranja.

Back To Top